sexta-feira, janeiro 02, 2009

O Acaso em Ciência

O sucesso da investigação de Gregor Mendel deveu-se, provavelmente, a ter trazido três disciplinas para os seus métodos: A Filosofia, a Matemática e a Biologia. No entanto, o seu trabalho permaneceu na obscuridade até finais do século XIX. O mundo científico estava demasiado ocupado a analisar a "Origem das espécies" de Darwin. É irónico pensar que parte da compreensão da obra de Darwin dependia dos trabalhos de Mendel.

Quando Mendel estudou a hereditariedade noutras plantas que não as ervilheiras, as suas leis ruíram. Foi pura boa sorte - ACASO - ter escolhido as ervilheiras. Além disso, as sete características por ele estudadas são as únicas que podem ser herdadas independentemente das outras seis.

Em definitivo a fortuna sorriu a Mendel...como em tantas outras descobertas científicas.

Apesar do supracitado, convém relembrar a frase de Elmer Letterman: " Sorte é aquilo que acontece quando a preparação encontra a oportunidade."

3 comentários:

Joao disse...

Boas.

É uma das estorias mais divertidas da história da ciencia.

7 caracteristicas, 7 cromossomas e logo cada uma no seu cromossoma. Não é sorte. É batota.

Mas deve ter dado tanto trabalho que ele nem foi capaz de encontrar outra planta para repetir o feito.

De qualquer modo, o importante foi ele ter conseguido faze-lo. Chamou a atenção para o assunto. De resto em aspectos practicos para criadores de animais, etc, a hereditariedade mendeliana ainda é util.

Joao disse...

hum... Não foi acaso, foi batota

Lourenço disse...

Viva.

"foi batota"...

Provavelmente!

Na década de 1930 Ronald Fisher analisou detalhadamente os resultados de mendel. Concluiu que, do ponto de vista estatístico, os resultados eram demasiado bons para serem verdade.

Ronald concluiu que os resultados que não davam a proporção esperada eram ignorados por Mendel...