quinta-feira, setembro 30, 2010

Elementar...

Porque a selecção natural não opera como um engenheiro? Porque não regressa à prancheta e redesenha melhor as coisas?
Qualquer mutação necessária para corrigir "erros" históricos representaria uma mudança radical no desenvovlvimento embrionário. A evolução não parte do zero, antes vai fazendo rectificações/alterações nos seres já existentes. Deste modo as imperfeições (nervo laríngeo, por exemplo) são inevitáveis quando o regresso à prancheta não é uma opção - os melhoramentos alcançam-se por alterações ad hoc do que já existe. Se o regresso à prancheta fosse uma opção (existência de um arquitecto) os erros seriam eliminados...o que não acontece!

Adaptado de O espectáculo da vida, Richard Dawkins

2 comentários:

Joao disse...

Boa.

Ja vi que puseste etiquetas.
Vais ver que da geito mesmo para ti. Como eu uso o meu blogue tambem para guardar apontamentos para mim socorro-me delas uma data de vezes.

Lourenço disse...

Sim, já coloquei algumas. São muito úteis, em difinitivo.
Mas ainda há uma série de postas sem elas...com tempo fica tudo direitinho.