domingo, fevereiro 01, 2009

Evolução...

"Ao que parece, ser paleontólogo é uma grande vantagem no ensino da anatomia humana. Porquê? Os melhores mapas dos corpos humanos encontram-se no corpo de outros animais. O mapa mais acessível para os seus membros encontra-se nos peixes. Os répteis são uma grande ajuda no que diz respeito à estrutura do cérebro. A razão para isso é que o corpo destas criaturas é, com frequência, uma versão mais simples do nosso."

"Será que os factos da nossa história antiga significam que os seres humanos não são especiais ou únicos entre as criaturas vivas? É claro que não. Com efeito, saber algo sobre as origens profundas da humanidade apenas serve para intensificar o facto extraordinário que é a nossa existência: todas as nossas fantásticas competências tiveram origem em componentes básicos que evoluíram em peixes e outras criaturas antigas."

Neil Shubin*
* Reitor da Universidade de Chicago, é professor de Anatomia e formou-se em Paleontologia na Columbia, Harvard e Universidade da Califórnia.

3 comentários:

Nuno Correia disse...

Olá Lourenço
Um bom livro. Mais um aqui no teu blogue e sobre um tema que me cativa – evolução.
Neste caso escrito por Neil Shubin, paleontólogo da Universidade de Chicago e líder do grupo que descreveu o fóssil de Tiktaalik roseae, uma espécie de sarcopterígio (peixe com nadadeiras lobadas, grupo ao qual, tecnicamente, pertencemos também) que viveu há cerca de 375 milhões de anos em águas rasas tépidas de onde hoje é a ilha Ellesmere, ao norte do Canadá. Esse mesmo que está na capa.
O autor parte desse achado para falar sobre as alterações ocorridas na transição entre a morfologia de um peixe e a de um tetrápode.
O título em português é sugestivo, a capa atrai em qualquer livraria, mas a intenção do autor é mais explícita (e mais poética) no original em inglês: "Your inner fish" ("Seu peixe interior").
Gostei de ler e aconselho a uma leitura atenta. Cá está um livro a recomendar para a Biblioteca da Escola.

Lourenço disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lourenço disse...

Olá Nuno.

Além do mais é um excelente comunicador; na linha de Sagan e Dawkins! O livro lê-se com agrado, mesmo para leigos no assunto.

Saudações